Return to site

A veia girl power do empreendedorismo

Estimativas de como as mulheres estão avançando no mercado

Sabemos que montar um negócio atualmente requer muita disposição, esforço, horas de estudo, planejamento e dedicação pra ter uma estrutura adequada para trabalhar. Precisa ser a liderança na casa, no empreendimento e na própria vida. E as mulheres estão cada vez mais mostrando que estão à frente comandando seus empreendimentos e expandindo o mercado empresarial no Brasil.

Para a coach e Especialista em Gestão e Manejo Ambiental de Sistemas Agrícolas Nazaré Cavalcanti, a sua motivação para tomar a frente foi, primeiramente, acreditar em si mesma. "Foi a certeza de ter conhecimento e percepção capaz de contribuir para a mudança de paradigma, consequentemente ter mais pessoas conscientes de suas ações diárias, ou seja, menos pessoas vivendo de forma autômata".

Até 2016, existiam cerca de mais de 5 milhões de mulheres empreendedoras no país. E que 43% dos donos de negócios são mulheres, segundo dados estimados pelo Serasa Experian, demonstrado no portal Brasil Post.

Numa pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas, na Escola de Administração de Empresas de São Paulo em 2013, foram realizadas entrevistas com mulheres sobre a vontade de empreender. Dentre as selecionadas, 100% desejavam construir algo com suas próprias mãos, como fator de estimular o seu ofício, o seu trabalho. “Foi muito interessante notar que 75% das respondentes marcaram também a opção "outro" e fizeram questão de descrever, ainda que brevemente, pelo menos mais uma razão (que não constava na lista de alternativas de resposta) pela qual elas ansiavam em ter uma empresa. 'Ajudar a criar empregos', 'investir no meu sonho', 'investir no sonho de alguém próximo a mim' e 'fazer tudo do meu jeito' foram as respostas mais recorrentes das nove empreendedoras que pontuaram algo além das alternativas já existentes para esta questão”, afirma a pesquisa, que pode ser lida aqui.

Mas não apenas as brasileiras que empreendem no país estão tendo sucesso. Fora, nos Estados Unidos, mais precisamente no Vale do Silício, elas também estão expandindo sua atuação a frente dos negócios. Uma pesquisa foi realizada com 2.500 mulheres, publicada neste mês pela Rede Mulher Empreendedora, e revelou que, nesta área, 53,3% das participantes têm entre 30 e 40 anos, 35% tem mais de 40. A maioria graduada e possuindo a pós - graduação. “As razões foram muito aproximadas das predominantes na pesquisa realizada pela RME no Brasil, pois 68,3% informaram que deseja trabalhar com o que gosta. A flexibilidade de horário (50%), a possibilidade de trabalhar de casa (35%) e a busca de uma renda melhor (31%) foram os outros destaques.”, explica a análise.

Questionadas sobre o que esperam em relação a contribuição, o projeto declara que “acesso a treinamentos e encontros presenciais para ajudar a desenvolver seu negócio (70%), oportunidade de networking para expandir seu público alvo (60%) e acesso a uma plataforma em grande parte formada pelo público alvo do seu negócio (40%) foram os principais itens assinalados”.

 Coworking e poder feminino

Aqui no Brasil, o coworking pode agregar cada vez mais o negócio, além de instruir, desenvolver e conectar pessoas e seus projetos, sobretudo, oferecer uma estrutura de trabalho, escritórios para desenvolver, trabalhar e conhecer empresárias, que, porventura podem ser parceiras do seu empreendimento. Aqui na Bunker, por exemplo, o conforto de ter um espaço para empreender, evoluir e crescer não apenas o seu empreendimento, mas fortalecer e ser útil para outras organizações que estão evoluindo.

Para as futuras empreendedoras que ainda tem pouco receio, aqui vai uma dica da coach Nazaré. "Acredite que é possível, pois vocês possuem todos os recursos necessários, basta entender que tudo acontece dentro da gente, e quando compreendemos isto, resgatamos nosso poder pessoal".

Não é mais o tempo de dizer que é a hora delas avançarem. Elas já fazem isso há anos.

Texto: Rafael Rodrigues

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OKSubscriptions powered by Strikingly