Return to site

Ansiedade e inferioridade: como evitar estes males no seu trabalho e na sua vida

Vamos acabar com isso a partir de agora

Por Rafael Rodrigues

Respire e se concentre por três minutos. Vamos conversar sobre essas duas barreiras que temos que enfrentar.

Me lembro quando atendi meu primeiro cliente, o primeiro contrato. O medo. O tremor das mãos. O susto. Será que vou conseguir entregar tudo no prazo correto? Será que vão gostar de mim? Vou ser bom o bastante para esta empresa? Não, eles vão me dispensar amanhã. Ah, meu Deus...

Eu sei, é difícil. É algo interno, que maioria das pessoas não falam e nem discutem com seus próximos. Mas ansiedade e complexo de inferioridade são dois impasses que nos afetam não apenas no trabalho, como na vida pessoal, em relacionamentos e no nosso lazer. Desmotivação, infelicidade, stress, falta de concentração e foco são alguns dos sintomas.

Mas vamos cuidar desses problemas um de cada vez.

Ansiedade

Existem fatores externos que podem começar ou acentuar a ansiedade. Problemas trabalhistas como atraso de salário, desentendimento com chefe, postura autoritária e agressiva de falta de reconhecimento são alguns itens. Some isso a problemas no relacionamento, brigas constantes, perda de amizades e teríamos um quadro terrível e que pode causar doenças graves como a depressão.

A primeira coisa a se fazer é parar. Sim, PARE TUDO O QUE ESTIVER FAZENDO. Agora, sente-se. Assuma que você está passando por isso. É real, não é brincadeira. 

Em seguida, anote, fale nem que seja sozinho, tudo o que está sentindo. Como você está se sentindo.  Sabemos que pode vir coisas ruins agora, mas quero que leia tudo que escreveu. É assim que você quer ficar? Não. 

Agora pegue outra folha. E escreva como você quer estar daqui a um ano ou dois. Isso bate com o que você tem agora? Provavelmente não. Essa é apenas uma das fases da sua vida. Um momento e não justifica quem você é. E eles não são maior que você. E nunca será.

Agora pense: como posso resolver cada um desses problemas?  Se for no trabalho, organize melhor seu tempo, as tarefas, converse com seu patrão e veja quais os pontos que te incomoda. Na sua vida pessoal, sabemos que a base de qualquer relacionamento é diálogo. Explane o que não está certo e assim, resolva as etapas até enxergar que todos aqueles dilemas não eram tão grandes assim. E quando começar novamente, seja honesto consigo mesmo, respire e organize a sua mente.

Inferioridade

Se sentir incapaz de assumir uma posição, cumprir uma tarefa, ou menos intelectual para conversar com seus colegas ou superiores. Se sentir menos interessante, menos bonito, menos sofisticado, menos preparado. Não gostar do seu corpo, da sua rotina, da sua vida. Reparou que escrevi muitos "menos" e "não"?

Realmente é uma pena que você pense assim. E sabe por quê? 

Seu único defeito é conseguir enxergar um lado da sua perspectiva.

Vamos inverter o parágrafo anterior?

Eu estou com receio de assumir a posição, mas vou assumí-la, pois confio em mim. Eu vou cumprir essa tarefa. Sim, tenho assuntos interessantes para conversar com meus colegas, e consigo conversar com meus superiores. Eu sou interessante em várias qualidades, sim, eu sou bonito, posso não ser tão sofisticado, mas posso aprender, sou preparado, pois tenho confiança nas minhas ações. Eu sou o meu corpo, eu posso melhorar a minha rotina e amo minha vida. 

Reparou que tivemos muitos "vou", "posso" e "sou"?.

Porque a primeira coisa que devemos fazer para combater, é olhar para si e ter orgulho de onde estamos agora e trabalhar para continuar subindo. Tudo bem ter medo e um pouco de insegurança. Mas não pode definir quem você é. Quando observamos e imergimos no nosso próprio eu e modificamos os verbos, fica mais fácil dar os passos e superar todos os medos e falhas. 

E se alguém ousar em dizer o contrário, essa opinião, esses segundos de palavras não podem ser maior que toda bagagem que você tem. Talvez ele esteja como você era e sua forma de demonstrar é diminuindo os outros. Mas agora que você sabe o macete, não custa espalhar a mensagem.

E espero que você evolua todos os dias. 

 E por falar em evoluir, temos um encontro no dia 15 e 16 de julho. o "Treinamento Despertar", no Bunker com os coaches Ernani Leite e Nazaré Cavalcanti para a imersão Você é seu Líder: treinamento com base na PNL e no Coaching Sistêmico onde vamos trabalhar a sua liderança e seus objetivos. As inscrições estão abertas e podem ser feitas neste link: https://goo.gl/Z7l5Bx

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OKSubscriptions powered by Strikingly